Tags

, ,

Eu não aceito opinião. Não sei o que aconteceu comigo, mas de um tempo pra cá parei de escutá-las, criei preconceito.

Aceito as sugestões dentro do possível, no campo profissional, nos trabalhos em grupo, mas na minha vida pessoal elas não entram.

A situação é tão grave que, quando entro numa loja, não pergunto nada sobre o produto que procuro. Prefiro manter a expectativa de encontrá-lo por mais tempo, antes que uma vendedora desmancha prazer venha me dizer que não tem o que eu quero. E se ela disser, continuo procurando, não acredito nela, prefiro achar que ela não conhece a própria loja.

Quando alguém diz que aquele filme que eu queria ver já saiu de cartaz, eu pesquiso uma sessão mesmo assim. Também entro em ônibus cheio, vou no supermercado perto do horário de fechar, insisto em mexer na chave do chuveiro que queimou, telefono quando dizem que já tentaram e caiu na caixa. Aí de repente, eu acho uma sessão do filme, um lugar no ônibus, o supermercado aberto, descubro o chuveiro desligado e a pessoa simplesmente atende. E então eu sei: é por isso que não escuto ninguém.

Anúncios