Tags

, , , , ,

BeFunky_401494459_c8fd9cae66_o.jpg

Inicio aqui um manifesto. Por sorte ou merecimento, tive oportunidade de conhecer mulheres incríveis ao longo da vida. Porém cada vez mais, vejo diversas mulheres FODAS em todos os sentidos mas que parecem não notarem ou se esconderem disso. E o que é pior, até sofrerem de baixa autoestima(!)

Acredito que muito passa pelo que foi escancarado pela capa da última revista TPM (http://bit.ly/18ejiCB): as cobranças eternas de estarem sempre belas, em forma, deusas do sexo, excelentes profissionais, mães etc, etc, etc. Acredito que nós homens, até por termos sidos criados nesta mesma cultura, temos também muita culpa no cartório.

Por isso, decidi lançar o manifesto “Melhore a autoestima de uma Mulher” – ele pode se iniciar e encerrar apenas neste texto, mas nada me impede de tentar – para buscar melhorar essa realidade. Como disse, são VÁRIOS os fatores que podem melhorar a autoestima de uma mulher, mas a campanha aborda UMA das possibilidades: o elogio.

Qual a nossa culpa? Boa parte dos caras que conheço – basta também dar uma analisada nas mídias sociais – acreditam que para encher a bola de uma mulher, basta elogiarem o aspecto físico – e aí entra o contexto atual, retratado na TPM – chamando de “Linda!”, enchendo de cantadas etc.

Acho que não há mulher que não curta esse tipo de elogio, mas precisamos realmente nos limitar a isso?

Ok, vamos nos ater primeiramente à questão física. Como isso virou um lugar-comum, boa parte das mulheres estão “imunes” a este tipo de elogio, e ele acaba soando vazio. Tudo bem, você a achou linda mas, por quê? É o cabelo dela que fica lindo quando bate sol? É o sorriso que ela dá quando ri sem perceber? É o olhar dela enquanto está concentrada? É o jeito que ela prende o cabelo? Vamos lá, vá além! Explique porque você chegou à conclusão de que aquela mulher é “Linda!”. Elogiar a roupa dela também vale (isso não te deixa menos homem, pode acreditar), a combinação que ela fez, a blusinha que ela queria tanto e comprou, o vestido que ela sempre fica na dúvida se usa ou não. Boa parte das mulheres dedicam um tempo para isso, por que não reconhecer? Você não precisa recitar um poema a cada vez que for elogiá-la, mas por que não deixar o elogio mais verossímil (afinal, ele é verdadeiro, não?)

Essa foi a parte fácil, agora vem a mais “difícil”: elogie outros aspectos dela que vão além da beleza física. Exemplo: eu conheço várias mulheres divertidíssimas, muito mais engraçadas do que alguns caras e isso é uma tremenda qualidade, mas quantas vezes você já disse a uma mulher que ela é engraçada, que ela te diverte? Geralmente, quando o cara está tentando conquistá-la, o papel de engraçadinho fica sob sua responsabilidade, mas tem que ser assim? Não! Então que tal reconhecer? Outro aspecto importantíssimo: o profissional. Não basta apenas saber o que está acontecendo (ou fingir que está ouvindo ela contar sobre seu dia no trabalho) mas tentar entender a situação e destacar os resultados e atitudes dela no emprego. Conversando com uma amiga, ela me disse que se sente muito mais realizada quando recebe um elogio sobre algo que envolve seu lado profissional do que o famoso “Linda!”. E olha só, com certeza você terá dificuldades em se lembrar quando fez este tipo de elogio pela última vez.

BeFunky_7700879380_85978f93ce_z.jpg

Estes são apenas alguns aspectos que pensei aqui (talvez cada mulher seja como um prisma, porque você pode olhá-las todos os dias e mesmo assim, de repente, encontrar um lado ainda mais bonito de se apreciar), mas a recomendação segue a mesma para eles: não se limite ao rotineiro se o intuito é realmente demonstrar o quão FODA aquela mulher é para você – seja amiga, namorada, mãe, esposa. Não seja raso, mostre que existe uma razão para você estar olhando com cara de bobo para ela quando faz algo que você adora. Temos mania de achar que nossos gestos ou atitudes demonstram o quanto amamos o que elas fazem, mas muitas vezes precisamos também FALAR isso.

E se simplesmente a autoestima dela estar em alta não justificar para você todo esse esforço (o que é uma pena)? Seja egoísta e pense que mulheres mais confiantes não ligam tanto sobre o que os outros pensam, ou seja, serão mais elas mesmas e buscarão fazer o que têm vontade. E quem sabe, uma destas vontades não seja estar com você?

Obs.: às mulheres, muito disso pode ser aplicado também aos homens ;)

—-

Manifesto: http://migre.me/fRExg

Anúncios